Hora Disponibilidade Preço Desde
22 DE FEVEREIRO DE 2023 19:30 19:30
12,00 € Comprar
23 DE FEVEREIRO DE 2023 19:30 19:30
12,00 € Comprar
24 DE FEVEREIRO DE 2023 19:30 19:30
12,00 € Comprar
25 DE FEVEREIRO DE 2023 19:30 19:30
12,00 € Comprar
26 DE FEVEREIRO DE 2023 16:00 16:00
12,00 € Comprar
01 DE MARÇO DE 2023 19:30 19:30
12,00 € Comprar
02 DE MARÇO DE 2023 19:30 19:30
12,00 € Comprar
03 DE MARÇO DE 2023 19:30 19:30
12,00 € Comprar
04 DE MARÇO DE 2023 19:30 19:30
12,00 € Comprar
05 DE MARÇO DE 2023 16:00 16:00
12,00 € Comprar
VOLTAR
UM RUFIA NAS ESCADAS
Local: SÃO LUIZ TEATRO MUNICIPAL - SALA MÁRIO VIEGAS
Data(s): De 22 de fevereiro de 2023 - 19:30:00   a   5 de março de 2023 - 17:30:00
PALCO
Preço: 12 €
Duração: 90 Minutos
Classificação: M/16
Promotor: EGEAC - EM,S.A.

A peça de teatro Um Rufia nas Escadas baseia-se no romance inacabado de Joe Orton e Kennegth Halliwell The Boy Hairdresser e foi apresentada pela primeira vez em 1964, na rádio BBC. Mais tarde, Orton escreve uma nova versão e, em 1967, estreia no Royal Court Theatre. Mike, ex-pugilista, um marginal que faz cobranças difíceis e Joyce, ex-prostituta e agora dona de casa, vivem num apartamento. Uma cozinha, uma sala de estar com uma cama, um aquário com um peixe, uma mesa, chávenas de chá – um cenário realista que é transformado em sátira, com um enredo sórdido, irónico, grotesco, numa combinação de humor e horror. Wilson, um estranho, um rufia, aparece no apartamento de Mike e Joyce com o intuito de se vingar da morte do seu irmão, e amante, brutalmente assassinado por Mike. Joe Orton utiliza a imagem de uma realidade ordenada para, logo a seguir, a transfigurar, abolindo e satirizando estereótipos culturais, sociais e religiosos, abordando temas como a homossexualidade, o amor e a morte.


CONFIGURAÇÃO

A peça de teatro Um Rufia nas Escadas baseia-se no romance inacabado de Joe Orton e Kennegth Halliwell The Boy Hairdresser e foi apresentada pela primeira vez em 1964, na rádio BBC. Mais tarde, Orton escreve uma nova versão e, em 1967, estreia no Royal Court Theatre. Mike, ex-pugilista, um marginal que faz cobranças difíceis e Joyce, ex-prostituta e agora dona de casa, vivem num apartamento. Uma cozinha, uma sala de estar com uma cama, um aquário com um peixe, uma mesa, chávenas de chá – um cenário realista que é transformado em sátira, com um enredo sórdido, irónico, grotesco, numa combinação de humor e horror. Wilson, um estranho, um rufia, aparece no apartamento de Mike e Joyce com o intuito de se vingar da morte do seu irmão, e amante, brutalmente assassinado por Mike. Joe Orton utiliza a imagem de uma realidade ordenada para, logo a seguir, a transfigurar, abolindo e satirizando estereótipos culturais, sociais e religiosos, abordando temas como a homossexualidade, o amor e a morte.




O nosso site utiliza cookies, próprios e de terceiros, tendo em vista melhorar a sua experiência de navegação, analisar a utilização do site, conhecer o sucesso das campanhas de marketing e dirigir-lhe anúncios personalizados.
Para mais informação por favor consulte a nossa Política de Cookies e a Política de Privacidade.