Hora Disponibilidade Preço Desde
18 DE FEVEREIRO DE 2023 20:00 20:00
12,00 € Comprar
19 DE FEVEREIRO DE 2023 17:30 17:30
12,00 € Comprar
22 DE FEVEREIRO DE 2023 20:00 20:00
12,00 € Comprar
23 DE FEVEREIRO DE 2023 20:00 20:00
12,00 € Comprar
24 DE FEVEREIRO DE 2023 20:00 20:00
12,00 € Comprar
25 DE FEVEREIRO DE 2023 20:00 20:00
12,00 € Comprar
VOLTAR

Preço: Entre 12 € e 15 €

Duração: 120 Minutos

Classificação: M/12

Promotor: EGEAC - EM,S.A.


Outra Bizarra Salada parte de uma seleção de textos de Karl Valentin (1882-1948) e reúne a Orquestra Metropolitana de Lisboa, sob a direção do maestro Cesário Costa, e é protagonizada pelos atores Bruno Nogueira, Luísa Cruz e Rita Cabaço. Fala-se de uma orquestra em convulsão artística enquanto tenta acompanhar uma revolução cultural; de uma maestrina à beira de um ataque de nervos e de um músico que perde a música e passa de violinista a trombonista a percussionista; das marcas deixadas pelo medo; de rotura de padrões com humor e amor.
Uma Bizarra Salada, inspirada no espetáculo E Não Se Pode Exterminá-lo? – um dos momentos mais icónicos do Teatro da Cornucópia dos anos 70 com encenação de Jorge Silva Melo – foi criada por Beatriz Batarda e apresentada no Teatro São Luiz em 2011. Este espetáculo contava com a participação da Orquestra Metropolitana de Lisboa, sob a direção do Maestro Cesário Costa, e dos atores Bruno Nogueira e Luísa Cruz. Era a primeira vez que víamos esta orquestra participar no jogo cénico enquanto atores e músicos simultaneamente, dando luta aos seus protagonistas e levando o humor de Karl Valentim e Bruno Nogueira mais longe. Este espetáculo tinha tanto de poético e triste como de feérico e crítico, e imprimia humor e sátira nos jogos de palavras, nas influências do dadaísmo e do surrealismo sobre o absurdo, assim como no repertório musical. Agora, no rescaldo da pandemia do vírus SARS-CoV-2 e no fervilhar dos movimentos transformadores da sociedade que marcam o início dos anos nossos 20, revisita-se esta comédia musical. Para, mais do que nunca, rir dos nossos preconceitos, afugentar a cultura do medo e da paranoia e mobilizar os afetos perdidos. Desta vez, chama-se Outra Bizarra Salada, porque se os tempos mudaram, também artistas e intérpretes cozinham com novos ingredientes e temperos.


CONFIGURAÇÃO

Outra Bizarra Salada parte de uma seleção de textos de Karl Valentin (1882-1948) e reúne a Orquestra Metropolitana de Lisboa, sob a direção do maestro Cesário Costa, e é protagonizada pelos atores Bruno Nogueira, Luísa Cruz e Rita Cabaço. Fala-se de uma orquestra em convulsão artística enquanto tenta acompanhar uma revolução cultural; de uma maestrina à beira de um ataque de nervos e de um músico que perde a música e passa de violinista a trombonista a percussionista; das marcas deixadas pelo medo; de rotura de padrões com humor e amor.

Uma Bizarra Salada, inspirada no espetáculo E Não Se Pode Exterminá-lo? – um dos momentos mais icónicos do Teatro da Cornucópia dos anos 70 com encenação de Jorge Silva Melo – foi criada por Beatriz Batarda e apresentada no Teatro São Luiz em 2011. Este espetáculo contava com a participação da Orquestra Metropolitana de Lisboa, sob a direção do Maestro Cesário Costa, e dos atores Bruno Nogueira e Luísa Cruz. Era a primeira vez que víamos esta orquestra participar no jogo cénico enquanto atores e músicos simultaneamente, dando luta aos seus protagonistas e levando o humor de Karl Valentim e Bruno Nogueira mais longe. Este espetáculo tinha tanto de poético e triste como de feérico e crítico, e imprimia humor e sátira nos jogos de palavras, nas influências do dadaísmo e do surrealismo sobre o absurdo, assim como no repertório musical. Agora, no rescaldo da pandemia do vírus SARS-CoV-2 e no fervilhar dos movimentos transformadores da sociedade que marcam o início dos anos nossos 20, revisita-se esta comédia musical. Para, mais do que nunca, rir dos nossos preconceitos, afugentar a cultura do medo e da paranoia e mobilizar os afetos perdidos. Desta vez, chama-se Outra Bizarra Salada, porque se os tempos mudaram, também artistas e intérpretes cozinham com novos ingredientes e temperos.




O nosso site utiliza cookies, próprios e de terceiros, tendo em vista melhorar a sua experiência de navegação, analisar a utilização do site, conhecer o sucesso das campanhas de marketing e dirigir-lhe anúncios personalizados.
Para mais informação por favor consulte a nossa Política de Cookies e a Política de Privacidade.